Região:

min

max

Anuncie aqui

Descubra por que a mosca-das-frutas aparece e como combatê-la

Muitas pessoas possuem dúvidas e preocupações, mas alguns hábitos simples podem evitar a "visita indesejada"

Por Fabrício Santana
(Atualizado em 22/08/2022 - 8h12)
Compartilhar

Basta deixar uma fruta madura descoberta na cozinha que logo as moscas aparecem. Elas são minúsculas, marcam presença em praticamente todos os lares e incomodam bastante.

Muitas pessoas possuem dúvidas e preocupações, mas alguns hábitos simples podem evitar a “visita indesejada”. O primeiro passo é entender o porquê o inseto aparece.

Segundo o biólogo e divulgador científico Leonardo Rovatti de Oliveira, as moscas chegam às casas em formato de ovos, trazidos diretamente de lugares onde existem frutas maduras expostas, muitas vezes sem receber higienização correta.

“O ciclo de vida é curto, em torno de 50 dias, mas se reproduzem facilmente e em grande quantidade. A fêmea deposita centenas de ovos. Bastam alguns para a cozinha ficar cheia de indivíduos”, explica o especialista de Olímpia (SP).

As fêmeas depositam os ovos em frutas já maduras, pois as larvas, quando eclodem, alimentam-se dos microrganismos que decompõem a fruta, até se desenvolverem e emergirem como moscas adultas.

Conforme o biólogo, algumas dicas para se livrar dos insetos são: lavar muito bem os alimentos ao chegar do mercado ou feiras; armazenar corretamente na fruteira ou geladeira; não deixar frutas muito maduras perto de outras; sempre observar se não tem nenhuma já estragada ou em decomposição.

 

Comuns em regiões tropicais

A mosca-das-frutas possui aproximadamente 2,5 milímetros de comprimento e faz parte da família “Drosophilidae”.

“Elas ficam em grande quantidade rodeando as frutas maduras, mas não só na sua casa. Elas são mais comuns em regiões tropicais, possuem uma ampla distribuição pelo mundo e estão presente em quase todos os continentes.”

De acordo Leonardo Rovatti, o inseto possui uma importância gigantesca para a ciência, pois ajuda a entender o funcionamento dos genes humanos.

“Cerca de 60% dos genes são conservados entre as duas espécies.  75% dos genes que causam doença no ser humano têm equivalentes no inseto”, diz.

Existem outros insetos que gostam das frutas, mas, apesar de o nome popular ser parecido, as outras espécies influenciam mais na fruticultura.

 

Transmitem doença?

Segundo o biólogo, os relatos de doenças transmitidas pela mosca-das-frutas não são muito descritos.

“No entanto, por transitarem entre vários alimentos e superfícies, existem estudos associando a transmissão de bactérias patogênicas entre diferentes superfícies, podendo levar a infecção de alguém que posteriormente coma o alimento.”

Veja mais notícias no temmais.com

Os comentários estão desativados.